Tatiana Pereira Tonet
"Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida." Sêneca
Capa Meu Diário Textos Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
VENTO
Hoje acordei com vontade de comer suspiro, melhorar o meu instinto e definir o meu destino...
Águas que passam na primavera, no verão, no outono e e no inverno.
Podem ser fortes ou fracas, mas sempre passam...
Assim como o vento.
É o eterno cair das ondas e as consequências das nossas escolhas.
O vento nos traz o cheiro alegre, o sabor constante e a dor ignorante.
Eita alegria faceira!
Todos fugazes neste mar de incertezas.
Doce suspiro!
Tempo prudente, saliente, constante e, muitas vezes, revoltante.
Resta-me o horizonte, os desafios e os novos caminhos...
O olhar tranquilo e a certeza de um novo destino.
—Espera-me, vento forte?
—Não posso! É o meu destino.
—Então, mostre-me qual é?
—Não posso! Porque não sou nada além de um imaginário invisível e, neste momento, intangível. Sou o vento!
—Mesmo assim, esperá-lo-ei...
Tatiana Pereira Tonet
Enviado por Tatiana Pereira Tonet em 25/02/2017
Alterado em 02/07/2020
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários

Fonte: Tatiana Pereira Tonet, janeiro de 2010, Table Mountain - Cape Town - South Africa


Fonte: Tatiana Pereira Tonet, janeiro de 2010, Table Mountain - Cape Town - South Africa


Fonte: Tatiana Pereira Tonet, janeiro de 2010, Cape Town - South Africa